As ações contemplam a prestação de assistência técnica para a implementação e condução dos PMFS (Plano de Manejo Florestal Sustentável) nos PAs (Projeto de Assentamento) ,  a capacitação dos assentados e técnicos de organizações governamentais e não governamentais, a promoção de Dias de Campo para a difusão do manejo florestal comunitário na caatinga e de Intercâmbios entre os Projetos de Assentamento envolvidos, além de  visitas a experiências bem sucedidas de técnicas de convivência com o semiárido.


Destaca-se no trabalho de assistência técnica o estímulo ao aproveitamento dos potenciais de uso não madeireiro (suporte forrageiro e apícola, produção frutífera e de fibras, entre outros); o monitoramento da conservação e/ou intervenção adequada nas áreas de Reserva Legal e da preservação das Áreas de Preservação Permanente e o apoio à produção de carvão e de outros produtos madeireiros e não madeireiros, à organização social, a produção e a comercialização dos produtos obtidos da floresta.     


Outra atuação prevista é a elaboração de Plano de Negócios para cada PA, estes planos tem  a finalidade de apoiar a gestão organizacional e a comercialização dos produtos oriundos do Plano de Manejo, proporcionando maior autonomia dos assentamentos no processo de gestão florestal integrada e a análise dos impactos do manejo florestal sustentável comunitário. O projeto atua desde janeiro de 2013 e tem duração de quatro anos. A iniciativa recebe apoio financeiro do Serviço Florestal Brasileiro através do Ministério do Meio Ambiente e é coordenado por Frans Pareyn.

Prestação de assistência técnica para a implementação e condução de Planos de Manejo Florestal Sustentáveis em 17 (dezessete) assentamentos da reforma agrária no estado de Pernambuco.

O manejo florestal da caatinga em projetos de assentamento no estado de Pernambuco vem sendo implementado desde 2007. Neste projeto a ideia é prestar assistência técnica para a implementação e condução de Planos de Manejo Florestal Sustentáveis em  dezessete assentamentos da reforma agrária localizados na caatinga do Estado de Pernambuco.


É realizado em assentamentos do (INCRA) Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária e do (PNCF) Programa Nacional de Crédito Fundiário. Ao todo estão envolvidas 330 famílias beneficiárias, nos municípios de Serra Talhada, Betânia, São José do Belmonte, Floresta, Ingazeira, Belém do São Francisco, Orocó e Serrita. A atuação abrange uma área de 11.545,01 hectares com 2.899,77 hectares de área sob manejo florestal.


 

APNE - Associação Plantas do Nordeste 

Rua Dr. Nina Rodrigues, 265 - Iputinga - Recife - Pernambuco | CEP: 50.731-280 | 00 55 (81) 3271.4256

  • facebook-square