Começa na segunda quinzena de janeiro mais uma etapa das capacitações do Projeto de Implementação de Manejo Florestal Familiar e Comunitário na Mesorregião do Araripe. Desta vez a proposta é promover cursos de convivência com o Semiárido nos assentamentos contemplados pelo projeto. O objetivo das capacitações consiste em ampliar a formação de assentados e técnicos de ATER além do manejo florestal sustentável - objeto central do projeto - visando a sua melhor integração com outras atividades produtivas no semiárido, buscando somar no uso sustentável das propriedades e na geração de emprego e renda. A primeira fase das capacitações em convivência será realizada nos dias nos dias 15 e 16 de janeiro na Fazenda Urtiga, sítio Lagoa do Urubu, no Centro do Caatinga , em Ouricuri.

 

O curso terá como público alvo assentados da reforma agrária e técnicos de entidades de ATER. Serão contemplados nesta etapa os assentamentos Nova Vida e Várzea Grande (Parnamirim – PE), Josué de Castro, (Ouricuri – Pernambuco), Serra de São Vicente (Araripe – Ceará) 

Iniciadas Capacitações em Convivência com o Semiárido

por Carolina Barros em 09.01.2014

e Mãe Mariana (Santa Cruz- Pernambuco). Entre os temas abordados, terão destaque  Agroecologia na Perspectiva de Convivência com o Semiárido, Tecnologia de Captação e Armazenamento de Água da Chuva e Atividades Produtivas no Semiárido. A programação incluirá a realização de intercâmbio em áreas com práticas de agricultura agroecológica. Os participantes terão oportunidade de conhecer alternativas de geração de renda e trabalho adaptadas as condições climáticas locais e de conhecer tecnologias de convivência com o Semiárido, como de captação e armazenamento de água (cisterna -calçadão, barragem subterrânea e barreiro- trincheira) e as de caráter produtivo ( hortas e quintais produtivos).

 

Durante os dois dias haverá exposição dialogada, dinâmicas de grupo e apresentação de vídeos temáticos e institucionais. O representante do Projeto Dom Helder Câmara, Hélio Nunes, irá ministrar palestra sobre o tema Água para consumo humano e produção de alimento e divulgará as atuais ações de mobilização social com ênfase na Convivência com o Semiárido. O tema Agroecologia será discutido como alternativa à garantia da qualidade de vida e conservação do meio ambiente, com abordagem nos processos de transição agroecológica, desertificação e mudanças climáticas. A palestra será proferida pelo secretário de agricultura de Ouricuri, Pedro Paulo de Carvalho. Também está inserida na programação a apresentação de experiências bem sucedidas de agricultores familiares. A produtora Maria Viana, falará sobre a vivência das práticas agroecológicas desenvolvidas em sua propriedade. O curso encerra-se com a realização do intercâmbio com visitas e atividades práticas.

 

As capacitações prosseguem numa segunda etapa que acontecerá nos dias 29 e 30 de janeiro e beneficiarão mais sete assentamentos rurais, Maristela, Junco, Batalha, Sítio Novo, Aquários, Luiz Gonzaga e Begard, todos em Santa Maria da Boa Vista. Os técnicos interessados devem entrar em contato com a APNE (Associação Plantas do Nordeste), entidade que implementa a ação em parceria com a ONG Chapada (Centro de Habilitação e Apoio ao Pequeno Agricultor) e CECOR (Centro de Educação Comunitária Rural). Telefone : (81) 3271-4256

APNE - Associação Plantas do Nordeste 

Rua Dr. Nina Rodrigues, 265 - Iputinga - Recife - Pernambuco | CEP: 50.731-280 | 00 55 (81) 3271.4256

  • facebook-square